21 nov

Um brilho novo para os móveis de madeira

Vou aproveitar o post de hoje para dividir com vocês algo que aconteceu comigo domingo a tarde. Depois de um delicioso almoço, decidi tirar a tarde para relaxar  e assistir alguns filmes, mas meus planos começaram a mudar quando reparei com cuidado os móveis da minha sala de estar. Eles já não eram mais os mesmos móveis de quando comprei, estavam sem cor, com algumas manchas, interferindo na decoração, foi impossível me concentrar em outra coisa e lá se foi o meu  descanso.

As manchas e falta de brilho deixam os móveis com cara de velhos, veja algumas curiosidades que eu descobri para deixar tudo em ordem e com carinha de novo:

Manchas d’água
Passe graxa para sapatos da cor da madeira do móvel e lustre com um uma flanela. Se for preciso hidrate a madeira aplicando uma solução à base de óleo de linhaça e resina em partes iguais.

Marcas de batidas
Coloque um pano úmido e passe com o ferro de passar roupa. Isso fará com que as fibras da madeira voltem a posição normal.

Manchas de cola
Para este problema você pode usar água quente, mas se a mancha é antiga e está dura, aplique uma parte de ácido clorídrico diluído em dez partes de água, e esfregue levemente.

Papéis colados
Passe um pano com detergente ou algum sabão desengordurante e esfregue suavemente. Outra opção é molhar uma esponja com vinagre, esfregar e depois desgrudar os papéis com as mãos.

Uma última dica para recuperar o brilho dos móveis de madeira, é esfregar um pano embebido em cerveja e lustrar com um pano seco. Esta dica eu não coloquei em prática, era domingo e a cervejinha eu deixei para comemorar a nova cara da minha sala, mas quem testou garante que o brilho da madeira volta na hora.

Agora sim, no próximo domingo vou ficar sentado no sofá com os meus móveis que ficaram parecendo esses novinhos:

Deixe um Comentário

Os comentários são de responsabilidade de quem assina os mesmos, não expressando a opinião dos editores e responsável por este blog. Por favor, escreva algo que realmente tenha relevância com o texto publicado. O responsável por este blog tem o direito de aprovar ou não o comentário. Qualquer dúvida, entre em contato.