21 mar

Certificação do Inmetro para berços

Com a chegada do bebê, todo cuidado e carinho é dispensado para ele e preocupação e as dúvidas sobre a segurança surgem. Pensando no conforto e segurança das crianças na hora do descanso, o Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) começou a implementação do Selo de Identificação da Conformidade do Inmetro nos berços infantis.


Em dezembro de 2012 entrou em vigor a Portaria 269/2011, que obriga os berços a serem fabricados e importados de acordos com os requisitos aprovados nela, também devendo ser registrados no Inmetro. A partir junho de 2014 as lojas poderão oferecer somente berços com o selo para os clientes, mas já é possível encontrar produtos com a certificação!

Este preocupação com a necessidade de uma certificação para os berços foi motivada por uma análise feita pelo Inmetro em 2007, na qual berços de onze marcar foram analisados e todos foram reprovados.

Segundo dados do Ministério da Saúde, 91% das mortes por sufocamento e estrangulamento acidental de crianças na cama ocorrem antes de um ano de idade, sem contar uma séria de pequenos acidentes que acabam não entrando para estatísticas. Pensando nisso, a certificação avalia as questões de segurança que o produto oferece ao bebe e até mesmo para quem manuseia. Resistência ao impacto dos pulos e aos movimentos do bebê no berço, ausência de bordas e partes salientes que possam machucar ou serem levadas à boca, durabilidade, medições e mecanismos de travamento foram itens analisados. Berços infantis, dobráveis, portáteis, conversíveis e drop sides (laterais móveis) fazem parte da certificação.

Este regulamento beneficia tanto compradores como fornecedores, pois comente empresas sérias e comprometidas com a qualidade de seus produtos continuarão no mercado.

Confira alguns modelos que nós já temos na loja e são certificados:

Deixe um Comentário

Os comentários são de responsabilidade de quem assina os mesmos, não expressando a opinião dos editores e responsável por este blog. Por favor, escreva algo que realmente tenha relevância com o texto publicado. O responsável por este blog tem o direito de aprovar ou não o comentário. Qualquer dúvida, entre em contato.