Como plantar zamioculca, veja dicas valiosas!

Está querendo descobrir como plantar zamioculca em sua casa de uma forma simples e fácil? Neste artigo do Portal KD, nós preparamos um conteúdo completo com várias dicas e informações úteis para que você possa entender qual é a melhor maneira de se cultivar zamioculca! Sendo assim leia até o final para não perder nenhum detalhe!

O que é zamioculca

A zamioculca, também conhecida como aipim-de-folha, é uma planta herbácea da família Araceae. É nativa da África tropical e subtropical e é cultivada em todo o mundo como uma planta ornamental. A zamioculca é uma planta de crescimento lento que pode atingir até 60 cm de altura.

As suas folhas são grandes, lanceoladas e de cor verde escura. A zamioculca floresce no final do verão ou início do outono, produzindo inflorescências amarelas em forma de espiga. A zamioculca é uma planta muito resistente e pouco exigente, que pode ser cultivada em qualquer tipo de solo. É tolerante à seca e à sombra, por isso é uma excelente planta para cultivar em jardins ou vasos.

Como plantar zamioculca
Como plantar zamioculca. Foto: Pexels.

Como plantar zamioculca

A zamioculca é uma planta arbustiva perene pertencente à família Araceae. É nativa da África tropical, onde cresce em florestas úmidas e nas savanas. A zamioculca é uma das plantas mais populares para o interior, devido à sua facilidade de cultivo e às suas magníficas folhas verdes.

Para plantar zamioculca, escolha um vaso que seja pelo menos 10 cm maior que o tamanho da planta. Encha o fundo do vaso com drenagem e encha-o com uma mistura de solo fértil e areia grossa. Coloque a planta no centro do vaso e cubra as raízes com a mistura de solo. Regue a planta abundantemente e deixe-a drenar completamente.

Zamioculcas crescem melhor em ambientes iluminados, mas toleram bem a sombra parcial. Deixe a planta ao lado de uma janela ensolarada ou coloque-a sob uma lâmpada fluorescente. Regue a zamioculca semanalmente, permitindo que o solo seque entre os dias de rega. Fertilize a planta uma vez por mês durante o primeiro ano, depois reduza para uma vez a cada três meses.

Veja Também: Como plantar inhame

Substrato ideal para plantar zamioculca

A zamioculca é uma planta que gosta de ambientes úmidos e quentes, por isso, o substrato ideal para ela deve ser bem drenado e rico em matéria orgânica.

Uma boa mistura para o substrato da zamioculca é composta por uma parte de areia, uma parte de terra de jardim ou húmus e duas partes de casca de pinheiro. Esta mistura ajudará a manter a terra bem drenada e permitirá que ela absorva os nutrientes necessários para seu desenvolvimento. Além disso, é importante adicionar uma camada de material orgânico por cima do substrato para ajudar a manter a humidade.

Folhas de zamioculca
Folhas de zamioculca. Foto: Unsplash.

Temperatura certa para cuidar de zamioculca

Uma das principais características na hora de cuidar da Zamioculca é o controle da temperatura. É importante manter as plantas em um ambiente fresco, com temperatura média entre 16°C e 22°C. Temperaturas mais altas podem causar estresse na planta e reduzir sua vida útil.

Além disso, é importante evitar correntes de ar e correntes frias, pois elas podem afetar negativamente o desenvolvimento das folhas. De modo geral, é melhor evitar colocar a Zamioculca perto de portas e janelas, pois isso pode provocar mudanças bruscas na temperatura. O ideal também é não expor a planta diretamente ao sol.

O ideal é escolher um local com luz indireta para que a Zamioculca possa se desenvolver melhor. No entanto, se for necessário expor a planta diretamente ao sol, é importante fazer isso por no máximo meia hora por dia.

Como regar zamioculca

A frequência de irrigação é o fator mais importante para o crescimento da zamioculca. É recomendado regar a planta aproximadamente uma vez por semana, mas isso depende do clima da região e da temperatura ambiente. Se estiver quente demais, pode ser necessário regar a planta uma vez a cada dois dias. Já se estiver muito frio, pode ser necessário regar apenas uma vez por mês.

A quantidade de água também é importante para o desenvolvimento da zamioculca. Deve-se regar a planta com água morna e moderada até que ela comece a escorrer pelos orifícios do fundo da panela. Não se deve exagerar na quantidade de água para não provocar o apodrecimento das raízes.

Outra dica importante é nunca deixar a terra secando completamente entre as regas. O ideal é manter o solo sempre levemente úmido para garantir que as raízes consigam absorver toda a água necessária e assim manterem a planta saudável.

Galho de zamioculca
Galho de zamioculca. Foto: Pixabay.

Como plantar zamioculca e adubar

A adubação é um processo muito importante para o bom desenvolvimento das plantas. No caso da zamioculca, esta espécie de planta é considerada como uma das mais resistentes e de fácil manutenção. Porém, para manter a saúde e a beleza da planta, é necessário adubá-la periodicamente.

A adubação deve ser feita a cada 2 meses na primavera e verão e uma vez por mês no outono e inverno. O tipo de adubo ideal para a zamioculca é um composto orgânico, que seja rico em matéria orgânica e nitrogênio. Os principais nutrientes que a zamioculca precisa são: nitrogênio, potássio, fósforo, magnésio, enxofre e ferro.

Pragas e doenças em zamioculca

As principais pragas que podem afetar a zamioculca são os ácaros e os besouros da farinha. Os ácaros são muito pequenos e difíceis de detectar, por isso, pode ser necessário o uso de pesticidas para se livrar destes parasitas. Já os besouros da farinha tendem a se alimentar das folhas da zamioculca, causando a sua desfolha.

Além disso, a zamioculca também está suscetível a doenças, como o mofo cinzento, ou oídio. O mofo cinzento causa manchas negras na planta e pode levar à desfolha precoce caso não seja tratado prontamente. Já o oídio produz manchas brancas nas folhas da zamioculca e também pode levar à desfolha precoce.

A melhor forma de prevenir as pragas e doenças em zamioculca é evitar o excesso de água na terra em que ela está plantada. Além disso, é preciso verificar regularmente se há algum sinal de ataque de insetos ou doença na planta. Caso isso aconteça, é importante tratar imediatamente para não comprometer a saúde da zamioculca.

E aí, gostou?

As dicas que disponibilizamos neste artigo te ajudaram a entender como plantar zamioculca de uma maneira simples na sua horta de casa? Se você gostou deste artigo e quer obter mais dicas e informações úteis sobre jardinagem e decoração, não deixe de visitar o Portal KD!

Perguntas Frequentes

Como plantar zamioculca em casa?

Para plantar em casa, comece escolhendo um vaso com drenagem adequada. Coloque uma camada de drenagem no fundo do vaso e preencha com a terra de sua preferência. Coloque a muda no centro do vaso e regue-a abundantemente. A Zamioculca precisa de luz solar direta, porém não muito forte, para se desenvolver melhor. Mantenha o solo úmido e regue regularmente para que cresça saudável.

Como plantar zamioculca e regar?

Para regar uma zamioculca corretamente, a rega deve ser feita somente quando o solo estiver seco ao toque. O excesso de água pode causar o apodrecimento do caule e da raiz da planta, portanto, é importante limitar as regas. Utilize água à temperatura ambiente para não prejudicar a planta. Regue com moderação e sempre de manhã para que a planta possa absorver o líquido antes da noite.

Qual é o melhor clima para cultivar zamioculca?

A Zamioculca é uma planta conhecida por sua resistência ao calor e à seca. O melhor clima para seu cultivo é um local com muita luz, mas sem sol direto, e com temperaturas entre 18°C e 25°C. Além disso, ela também precisa de umidade relativa do ar entre 40% e 80%. Uma rega regular é importante para manter a planta saudável.

Avalie este artigo

Avalie post
Gustavo Herdt
Gustavo Herdt
Tenho 20 anos, sou estudante de Sistemas de Informação na UNIDAVI e sou apaixonado por tudo o que está relacionado a tecnologia e inovação! Atualmente sou um dos responsáveis pela produção dos artigos do KD, todos os dias trazendo novos conteúdos repletos de informações e dicas exclusivas para nossos leitores!

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.