Como regar Zamioculca? Confira dicas para manter a planta saudável!

Se você gosta de manter suas plantas sempre bem saudáveis e verdinhas, não perca esse conteúdo de hoje do Portal KD sobre como regar Zamioculca e todos os cuidados para ter com essa planta!

O que é Zamioculca?

Zamioculca é o nome comum da planta Zamioculcas zamiifolia, que é uma planta de interior muito popular devido à sua fácil manutenção e ao seu aspecto exótico. Ela é nativa da África tropical e cultivada por suas folhas brilhantes e densas, que se assemelham às penas verdes.

A Zamioculca é uma planta resistente e tolerante à seca, o que a torna ideal para pessoas que desejam uma planta de baixa manutenção. Ela pode ser cultivada em ambientes com pouca luz e é capaz de sobreviver em condições de luz artificial. Além disso, a planta tem a capacidade de purificar o ar, removendo toxinas como benzeno, formaldeído e xileno.

A zamioculca é frequentemente cultivada em vasos e pode crescer até um metro de altura. Ela também é conhecida pelos nomes de Zamioculca-zamia, aroid-palmeira, planta-zamioculca, zamia-das-zonas-áridas e zâmbia.

Como regar Zamioculca
Como regar Zamioculca. Foto: Pixabay.

Qual é a origem da Zamioculca?

A Zamioculca (Zamioculcas zamiifolia) é nativa da região tropical da África, mais especificamente das florestas do Quênia, Tanzânia e Zanzibar. Ela pertence à família das Araceae, que inclui outras plantas comuns de interior, como a Costela-de-Adão e o Lírio-da-paz.

A Zamioculca foi descoberta pela ciência em 1828 pelo botânico alemão Heinrich Wilhelm Schott, que a descreveu como uma nova espécie para a ciência e a batizou de Zamioculcas zamiifolia. Desde então, uma planta tem sido cultivada em todo o mundo como uma planta ornamental de interior devido à sua fácil manutenção e à sua aparência exótica.

Veja também: Dicas valiosas de como plantar Zamioculca em casa!

Características da Zamioculca

A Zamioculca (Zamioculcas zamiifolia) é uma planta de interior popular que tem várias características distintas, incluindo:

  1. Folhas brilhantes e densas: a planta tem folhas verdes brilhantes e espessas que se assemelham a penas. As folhas tratadas em hastes eretas e podem atingir 60 centímetros de comprimento.
  2. Tolerância à seca: a Zamioculca é uma planta resistente e capaz de tolerar períodos de seca. Ela pode sobreviver a longas períodos sem rega e ainda assim permanecer saudável.
  3. Crescimento lento: a Zamioculca é uma planta de crescimento lento e pode levar vários anos para atingir seu tamanho máximo.
  4. Tamanho compacto: a planta cresce em uma forma compacta e pode atingir uma altura máxima de cerca de 1 metro.
  5. Adaptabilidade à luz: a Zamioculca é capaz de crescer em uma ampla gama de condições de luz, desde luz solar direta até luz artificial fraca.
  6. Purificação do ar: como muitas outras plantas, a Zamioculca tem a capacidade de purificar o ar, removendo toxinas como benzeno, formaldeído e xileno.
  7. Fácil manutenção: a Zamioculca é uma planta de baixa manutenção e não requer muita atenção para crescer e prosperar. Ela é uma boa opção para pessoas que desejam uma planta de interior que seja fácil de cuidar.

Passo a passo de como plantar Zamioculca

Aqui está um guia passo a passo para plantar a Zamioculca:

Materiais necessários:

  • Vaso com furo de drenagem
  • Substrato para plantas
  • Pedriscos ou argila expandida
  • Zamioculca
  • Água

Passo a passo:

  1. Passo 1: Escolha um vaso que seja pelo menos 2-3 cm maior que o tamanho do torrão da raiz da Zamioculca. Certifique-se de que o vaso tenha um furo de drenagem na parte inferior para permitir que a água escorra.
  2. Passo 2: Coloque uma camada de pedriscos ou argila expandida no fundo do vaso para ajudar na drenagem e evitar que as raízes da planta fiquem encharcadas.
  3. Passo 3: Adicione uma camada de substratos para plantas no topo dos pedriscos. O substrato deve ser suficiente para preencher cerca de 1/3 do vaso.
  4. Passo 4: Remova a Zamioculca do recipiente em que foi comprada e solte gentilmente as raízes da planta.
  5. Passo 5: Coloque a Zamioculca no vaso, adicionando mais substratos ao redor da planta até que o vaso esteja quase cheio.
  6. Passo 6: Pressione suavemente o substrato em torno da base da planta para garantir que ela fique firmemente plantada no solo.
  7. Passo 7: Regue a planta com água suficiente para umedecer todo o substrato. Certifique-se de não encharcar o solo, pois a Zamioculca é uma planta que tolera a seca e pode sofrer se suas raízes encharcadas.
  8. Passo 8: Coloque a planta em um local com luz indireta e deixe-a crescer e se adapte ao novo ambiente.

Lembre-se de que a Zamioculca é uma planta de crescimento lento e não precisa de muita manutenção. Regue apenas quando o solo estiver seco ao toque e evite expor a planta diretamente à luz solar intensa. Com os cuidados adequados, a Zamioculca pode prosperar e acrescentar uma bela presença exótica à sua casa ou escritório.

Dicas de cuidados gerais com a planta

Zamioculca em um vaso branco sobre o chão
Zamioculca em vaso branco. Foto: Pexels
  • Luz: A Zamioculca prefere luz indireta brilhante, mas também pode tolerar luz artificial fraca. Evite expor a planta diretamente à luz solar intensa, pois isso pode queimar as folhas.
  • Temperatura: A Zamioculca prefere temperaturas quentes e pode sofrer em ambientes muito frios. Mantenha a planta em uma temperatura ambiente de cerca de 18-24°C.
  • Solo: Use um solo bem drenado para a Zamioculca, pois ela é suscetível a raízes apodrecidas. Evite o uso de solo muito compacto ou que retenha muita umidade.
  • Fertilização: A Zamioculca não precisa de muita fertilização, mas pode se beneficiar de uma alimentação ocasional com fertilizante balanceado para plantas a cada dois ou três meses durante a primavera e o verão.
  • Limpeza: Limpe regularmente as folhas da Zamioculca com um pano úmido para remover a acumulação de poeira e manter a planta com aparência saudável.
  • Poda: A Zamioculca não requer muita poda, mas você pode remover folhas mortas ou amareladas para manter a planta com uma aparência agradável.

Lembre-se de que a Zamioculca é uma planta resistente e tolerante à seca, portanto, é melhor errar do lado da cautela quando se trata de cuidar. Com cuidados adequados, a Zamioculca pode ser uma planta de interior duradoura e duradoura.

Como regar Zamioculca corretamente?

A Zamioculca é uma planta que tolera a seca e é suscetível a raízes apodrecidas se ficar encharcada. Por isso, é importante observar a Zamioculca corretamente. Aqui estão algumas dicas para cuidar da Zamioculca corretamente:

  • Verifique a umidade do solo: Antes de olhar a Zamioculca, verifique a umidade do solo. Insira o dedo no solo até cerca de 2-3 centímetros de profundidade. Se o solo ainda estiver úmido, não é hora de olhar. Se o solo estiver seco, é hora de olhar.
  • Use água morna: A Zamioculca prefere água morna em vez de água fria da torneira. Deixe a água em um balde ou jarra por algumas horas antes de cuidar da planta.
  • Regue profundamente: Quando olhar para a Zamioculca, regue profundamente para garantir que a água alcance as raízes da planta. Certifique-se de olhar até que a água comece a sair pelo fundo do vaso.
  • Deixe a planta drenar: Após regar a planta, deixe a água drenar completamente pelo furo de drenagem do vaso antes de colocá-lo de volta em seu local. Isso evita o acúmulo de água no fundo do vaso e ajuda a prevenir raízes apodrecidas.
  • Regue com moderação: Como a Zamioculca é uma planta que tolera a seca, regue com moderação e evite regar com frequência. É melhor observar a planta em intervalos espaçados em vez de observar com frequência em pequenos volumes.

Com os cuidados adequados, a Zamioculca pode ser uma planta de interior duradoura e de fácil manutenção, então siga todas as nossas dicas de como regá-la!

Existe algum adubo para Zamioculca?

Sim, existem adubos que podem ser utilizados na Zamioculca. Embora uma planta não precise de muita fertilização, pode se beneficiar de uma alimentação ocasional com um fertilizante balanceado para plantas a cada dois ou três meses durante a primavera e o verão.

É importante escolher um adubo que seja adequado para plantas de interior e seguir as instruções do rótulo para evitar excessos que possam prejudicar a planta. Os adubos líquidos são uma opção popular e podem ser adicionados à água de rega.

Lembre-se de que a Zamioculca é uma planta resistente e pode tolerar períodos sem fertilização. É importante não exagerar na fertilização, pois o excesso de nutrientes pode prejudicar a planta e até matá-la.

  1. Dilua o adubo: Sempre dilua o adubo na água antes de aplicá-lo à planta. Siga as instruções do fabricante para diluir o adubo corretamente.
  2. Aplique o adubo com moderação: A Zamioculca não precisa de muita adubação. Aplique o adubo a cada dois ou três meses durante a primavera e o verão.
  3. Aplique o adubo no solo: Aplique o adubo na superfície do solo, evitando as folhas da planta. Regue a planta após a aplicação para ajudar a distribuir o adubo.
  4. Monitore a planta: Observe a resposta da Zamioculca ao adubo. Se as folhas começarem a amarelar, é provável que esteja sendo fertilizada em excesso. Reduza a frequência de fertilização ou a quantidade de adubo diluído na água.

Benefícios da Zamioculca para à saúde

Ramo de Zamioculca
Ramo de uma Zamioculca. Foto: Pexels

Alguns estudos indicam que a Zamioculca pode trazer benefícios para a saúde, especialmente como planta purificadora de ar. Aqui estão alguns dos possíveis benefícios da Zamioculca para a saúde:

  1. Purificação do ar: A Zamioculca é uma das plantas conhecidas por ter propriedades purificadoras do ar, capazes de remover substâncias nocivas como o formaldeído e o benzeno. Isso pode ajudar a melhorar a qualidade do ar em ambientes fechados, tornando o ar mais saudável e respirável.
  2. Redução do estresse: Algumas pesquisas sugerem que a presença de plantas em ambientes internos pode ajudar a reduzir o estresse e a ansiedade. A Zamioculca pode ser uma opção para ajudar a criar um ambiente mais tranquilo e relaxante.
  3. Melhoria da produtividade: Ter plantas no ambiente de trabalho pode melhorar a produtividade e o bem-estar dos funcionários. Alguns estudos indicam que a presença de plantas em escritórios pode levar a um aumento na criatividade e na produtividade.
  4. Melhoria da qualidade do sono: Ter plantas no quarto pode ajudar a melhorar a qualidade do sono. A Zamioculca pode ser uma opção para ajudar a criar um ambiente mais calmo e relaxante, favorecendo um sono mais tranquilo.

No entanto, é importante ressaltar que a pesquisa ainda é limitada e mais estudos são necessários para confirmar esses possíveis benefícios da Zamioculca para a saúde. Além disso, é importante lembrar que a Zamioculca não é uma planta comestível e não deve ser ingerida.

Como usar a Zamioculca na decoração?

A Zamioculca é uma planta de interior muito versátil e pode ser usada de várias maneiras na decoração. Aqui estão algumas ideias:

  • Como planta de destaque: A Zamioculca tem folhas brilhantes e uma aparência exótica, tornando-a uma ótima opção como planta de destaque em um espaço. Coloque-a em um vaso grande ou em um canto da sala para dar um toque tropical à decoração.
  • Agrupada com outras plantas: Agrupar a Zamioculca com outras plantas de interior pode criar um ambiente mais exuberante e tropical. Experimente colocá-la com outras plantas de folhas grandes, como a Costela de Adão ou a Bananeira.
  • Como ponto focal em uma mesa: A Zamioculca também pode ser usada como um ponto focal em uma mesa, colocando-a em um vaso pequeno ou em uma cesta. Isso pode ajudar a criar um ambiente mais acolhedor e natural em um espaço.
  • Na parede: A Zamioculca também pode ser pendurada na parede, em um vaso de parede ou em um macramê. Isso pode criar um visual interessante e adicionar um toque de verde à parede.
  • Em banheiro: A Zamioculca é uma ótima opção para o banheiro, pois pode tolerar condições de baixa luz e alta umidade. Coloque-a em um vaso sobre uma prateleira ou na pia para adicionar um toque de verde ao espaço.

Em geral, a Zamioculca é uma planta muito versátil e pode ser usada de várias maneiras na decoração de interiores. Experimente diferentes opções para encontrar o que melhor se adapta ao seu estilo e espaço.

Veja também: Dicas rápidas e práticas de como cuidar de Zamioculca!

E aí, gostou?

Se você gostou desse conteúdo que o Portal KD preparou para você deixe um comentário abaixo nos contando! Para mais dicas como essa acompanhe nosso site e deixe as suas estrelinhas, até a próxima!

Perguntas frequentes

O que é Zamioculca?

Zamioculcas (Zamioculcas zamiifolia) é uma planta ornamental nativa da África tropical. É conhecida por vários nomes, incluindo zamioculca, zamioculca zanzibar, zamioculca arvore-da-felicidade, planta-dólar, entre outros. A Zamioculca é uma planta de fácil cultivo, popular por sua aparência exótica e por ser uma planta resistente e de baixa manutenção. Suas folhas são brilhantes, verde-escuras e bastante espessas.

Como regar corretamente a Zamioculca?

·         Verifique a umidade do solo: Antes de verificar a Zamioculca, verifique a umidade do solo. Isso pode ser feito inserindo o dedo no solo até a primeira articulação. Se o solo estiver seco até essa profundidade, é hora de voltar.
·         Use água morna: A Zamioculca prefere água morna. Portanto, deixe a água em temperatura ambiente antes de se preocupar.
·         Regue com moderação: Regue a Zamioculca com moderação. É melhor observar a planta com menos frequência do que em excesso. Regue apenas quando o solo estiver seco ao toque. Evite deixar a planta em uma bandeja com água para evitar que suas raízes fiquem encharcadas.
·         Drenagem adequada: Certifique-se de que o vaso da planta tem furos de drenagem para permitir que a água escorra. Isso evitará que a água fique acumulada no fundo do vaso.
·         Não pulverizar as folhas: A Zamioculca não precisa de umidade nas folhas. Evite pulverizar as folhas da planta, pois isso pode levar a manchas e problemas fúngicos.

Avalie este artigo

Avalie post
Adriane Alflen
Adriane Alflen
Tenho 18 anos e escrevo conteúdos para a internet em diversos projetos! Amo acompanhar a televisão e o mundo dos reality shows. Amo crianças e animais, e gosto de escrever sobre assuntos relacionados. Atualmente sou responsável por trazer informações relevantes sobre diversos assuntos todos os dias no Portal KD!

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.