Como um jardim vertical pode fazer parte da decoração6 minutos de leitura

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Índice do conteúdo:

Saiba como combinar o jardim vertical com a decoração do seu lar e conheça dicas importantes para incorporar essa tendência do paisagismo.

A ausência de um quintal amplo ou a área limitada do seu apartamento não devem impedir seus planos de ter um belo jardim. Com sorte, o jardim vertical é uma tendência em ascensão que pode ser aplicada ao espaço externo e interno do seu lar para decorá-lo com a vivacidade da mãe natureza.

A mudança de direção, da horizontal para vertical, fornecerá área o suficiente para você cultivar as ervas, flores e os tipos de plantas que sempre quis.

Nesse post, iremos explorar como o jardim vertical pode ser incorporado à decoração do seu lar e outras dicas valiosas para despertar o espírito jardineiro que há em você.

Como um jardim vertical pode fazer parte da decoração
Como um jardim vertical pode fazer parte da decoração. Foto: Pixabay

Como decorar seu lar com jardim vertical

Plantas são extremamente versáteis e tendem a se adequar a qualquer estilo decorativo. O que irá garantir a harmonia entre o elemento botânico e a estética do ambiente é a forma em que o jardim vertical ficará exposto.

Personalizar os vasos e optar por materiais que harmonizam com a decoração predominante em seu lar são ações preventivas para que o jardim não fique em dissonância com o restante da composição.

Vamos fornecer algumas ideias visando os estilos de decoração mais comuns e também compartilharemos algumas formas e materiais para construir jardins verticais em áreas internas.

Combinando o jardim vertical com o estilo decorativo do ambiente

Industrial

Se a sua casa apresenta uma decoração com visual industrial, elabore seu jardim vertical com uma estrutura de cabos de cobre ou algum metal. Uma estante simples feita de metal também servirá. Mantenha os vasos com cores neutras para manter o estilo sóbrio típico da estética industrial.

Minimalista

Ambientes minimalistas pedem por jardins verticais com aparência clean e mais simplificada. Uma tela aramada (também comercializada com memory board) pode servir de suporte para vasos brancos, gerando um jardim discreto e funcional.

A mesma estrutura pode ser enfeitada com fotos de família, lembretes, reproduções impressas de obras de arte e outros elementos para adicionar personalidade e adequar o projeto ao estilo decorativo no ambiente.

Rústico e Tradicional

Para um efeito acolhedor, anexe as plantas à uma estrutura de madeira por meio de vasos de barro. O tom de terracota traz um visual natural que combina com espaços com decoração mais tradicional.

Uma aparência rústica pode ser alcançada ao envelhecer a madeira com verniz ou pintá-la de branco e lixar os cantos – para uma impressão de desgaste.

Além dos materiais comentados acima, muitos outros podem ser empregados na criação de um jardim vertical. Garrafas pet, latas de metal, organizadores de sapatos para a porta, pallets, caixotes de madeira, estrados de cama e até escadas podem constituir a base do seu jardim.

Onde o jardim vertical pode ser instalado

Áreas externas e todos os cômodos da casa podem abrigar um jardim vertical. Desde a cozinha até o banheiro, todo canto pode receber um toque de verde.

O importante é escolher plantas adequadas às condições de umidade e incidência de luz solar presentes no local onde elas irão ficar.

Em adição a essa precaução, pondere se os cuidados de manutenção e cultivo das plantas selecionadas são compatíveis com sua rotina.

Se as plantas ficarem em ambiente externo, é importante considerar a seguinte dica do site Better Homes & Gardens:

Plantas que crescem em um jardim vertical podem necessitar de regas mais frequentes, assim como adição de fertilizantes ao solo em intervalos menores do que as folhagens em jardins tradicionais. A atenção extra deriva da maior exposição à luz e ao vento.

Conheça 4 plantas indicadas para jardim vertical dentro de casa

Selecionamos algumas dicas de plantas para ambientes internos do site Gardening Know How, confira:

1. Samambaias

Plantas como a samambaia americana e a samambaia renda-portuguesa são recomendadas para jardins verticais internos onde não há incidência direta de luz. Elas se adaptam ao ambiente com facilidade, crescem rápido e demandam luz indireta e umidade.

2. Lágrimas de bebê

Lágrimas de bebê é uma planta delicada de folhagem verde vibrante. Luz moderada e solo úmido, nunca encharcado, são as preferências dessa espécie. Mas ela pode receber luz direta, desde que não seja muito intensa.

3. Jibóia

Jibóia é uma planta com folhas graciosas em formato de coração e que não demanda muita manutenção. Ela pode ser cultivada em locais com luz direta e com meia-sombra. Jibóias são particularmente interessantes para jardins verticais pois podem ser penduradas ou postas em treliças para crescer verticalmente.

4. Tillandsia

A tillandsia é um gênero de plantas aéreas da família das bromélias. Essas plantas estão presentes na natureza em numerosas espécies com visuais diferentes.

A absorção de umidade e de nutrientes das tillandsias é feita pelas folhas e não pelas raízes.

Por isso, borrife água em temperatura ambiente nas folhas uma vez por semana. Em relação à exposição ao sol e vento, luz indireta e circulação de ar frequentes são as condições ideias

Combine as dicas sobre decoração e às recomendações sobre cultivo de plantas e você terá um jardim vertical próspero e que combine com o estilo decorativo do seu lar.

Perguntas Frequentes

Quais são as espécies de plantas mais indicadas para um jardim vertical?

Plantas resistentes e que requerem poucos cuidados para se manterem saudáveis são aconselhadas para constituir seu jardim vertical. Algumas exemplos são: hera inglesa, cactos, samambaias, jiboia, colar-de-pérolas. Se o intuito é montar uma hortinha vertical, hortaliças como salsa, tomilho, alecrim e cebolinha são espécies recomendadas.

Quanto custa um jardim vertical planejado?

Segundo informações disponibilizadas pela plataforma Habitissimo, a média de preços cobradas por jardineiros para elaborar um jardim vertical é de R$ 673,00. Porém esse valor varia muito a depender do tamanho e dos materiais empregados na construção. O preço mais baixo divulgado pela plataforma é de R$ 150,00 e o mais alto é de R$ 33.000,00.

Como montar um jardim vertical gastando pouco?

Recorrer a projetos no estilo “faça você mesmo” é a melhor forma de economizar ao montar um jardim vertical. Materiais baratos como caixotes ou paletes de madeiras, garrafas pets, canos de PVC, escadas, blocos de cimentos e estrados de cama podem servir de estrutura principal do jardim vertical poupando dinheiro.

Avalie este artigo

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × um =

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.