Disposição dos quadros da forma correta: deixe o cômodo mais elegante7 minutos de leitura

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Índice do conteúdo:

A disposição dos quadros dependerá do espaço que o cômodo oferece e a quantidade de imagens que serão utilizadas.

Oferecendo um toque visivelmente mais agradável ao ambiente onde estão inseridos, os quadros são objetos capazes de transmitir sentimentos e emoções para quem o está observando.

Dessa forma, se faz necessário que, ao organizar a disposição dos quadros no ambiente em que servirão como peça decorativa, seja feito com um certo cuidado.

Escolher figuras, montagens ou imagens que estarão retratadas nos quadros pode nem sempre ser uma tarefa simples, principalmente em lugares onde o fluxo de convidados é maior como, por exemplo, a sala de estar.

O ideal é que as imagens apresentem uma conexão entre si, pois dessa maneira, a tarefa de organização dos quadros torna-se mais agradável e menos trabalhosa.

Cada cômodo de uma residência pode expressar uma sensação diferente. Na hora de comprar os quadros, pare para refletir qual a sensação que você quer passar aos seus convidados e familiares, ao adentrar a sala ou a cozinha de sua casa.

Assim, as cores, imagens e molduras irão depender de qual cômodo serão colocadas.

Disposição dos quadros.
Disposição dos quadros. Foto: PxHere.

Disposição dos quadros nos cômodos da casa

Existem alguns critérios que devem ser levados em consideração antes de colocar os quadros nas paredes de maneira aleatória.

O primeiro critério é saber qual o tamanho da parede, pois assim fica mais fácil saber se o espaço disponível comporta um ou mais quadros. O segundo critério é observar a localização dos móveis.

Caso seja um ambiente com muitos móveis, de maneira que tenha pouco espaço disponível para os quadros e que acabe dificultando sua visualização. Nesse caso, a opção mais adequada seria colocar apenas uma imagem decorativa, pois os quadros são colocados para serem vistos.

A disposição dos quadros quando feita de maneira correta, trará mais harmonia ao ambiente. Então, lembre-se sempre que não é apenas comprar uma paisagem aleatória e esperar que ela combine com qualquer cômodo.

Sala de estar

Um dos principais cômodos de uma casa. Local onde podemos receber visitas e até mesmo uma pequena social.

Se a sala já está mobiliada e você quer apenas inserir um toque a mais com os quadros, é necessário que a pintura contida nele esteja de acordo com o resto da decoração. Pois corre o risco de ficar desconforme e nada visualmente atrativo.

Então, os quadros que estarão enfeitando a parede deste ambiente geralmente são paisagens e fotografias de pessoas ou lugares, assim como pinturas abstratas.

Quanto a disposição dos quadros, podem ser dispostos de forma simétrica, onde uma pintura maior fique no centro, e 4 menores sejam distribuídas de forma igualitária entre o lado esquerdo e direito do quadro maior.

Mas, caso sua sala não disponibilize de muito espaço, uma outra opção seria colocar os objetos seguindo uma hierarquia, onde podem ser organizados do maior para o menor, ou de maneira inversa.

Caso esteja pensando em colocar os quadros na mesma parede onde se encontra o sofá, o ideal seria fazer uma mesclagem e alternar o tamanho dos objetos, deixando sempre os maiores no centro ou nas laterais, de forma que chame mais a atenção de quem o estiver observando, e os menores, colocados ao redor, servindo como um referencial de alinhamento.

Sala de jantar e cozinha

Por ser um ambiente que remete a gastronomia, as pinturas mais adequadas para esse cômodo são de frutas, grãos ou até mesmo, desenhos minimalistas de panelas ou outros utensílios que são características do lugar.

Na hora de escolher as imagens que vão abrilhantar a cozinha, lembre-se dos móveis e eletrodomésticos que são guardados lá. Caso eles apresentem uma padronização de cor, tente pensar em pinturas mais chamativas.

Por exemplo, se os eletrodomésticos são, em sua maioria branco, os quadros deverão conter cores mais vibrantes, de forma que deixe o ambiente mais alegre.

Uma opção quanto a disposição dos quadros é deixar um em evidência e outros ao seu redor, colocando uma pintura com foco em uma receita, enquanto ao redor ficam quadros com imagens minimalistas de alguns utensílios domésticos.

Esse mesmo exemplo pode ser colocado em prática de uma outra forma, onde as pinturas ficam dispostas de maneira simétrica, duas em cima e duas abaixo, formando um quadrado maior e chamativo.

Neste cômodo, o ideal são entre 1 a 5 quadros, de tamanhos pequenos ou médios, para que não haja muita informação no local.

Na cozinha e sala de estar, as pinturas são colocadas como um componente adicional, buscando oferecer um toque mais agradável ao ambiente, de maneira que deixe ser um local monótono e indiferente.

Quarto infantil

Montar o quarto do seu filho é sempre um momento especial na vida de uma mãe. Cada detalhe precisa ser único e, na hora da decoração, um item que sempre está presente são os quadros.

No geral, a cor predominante no ambiente será escolhida de acordo com o sexo da criança. Então, as tonalidades rosa e azul são as mais usadas, juntamente com o branco.

Para que a decoração não seja muito ostentosa, ou enfadonha devido a presença de poucas cores, o ideal é tentar usar outras tonalidades ou pensar em itens decorativos diferenciados.

Um objeto de decoração que poderá dar um up no cômodo são os quadros. Esse é o momento de ser criativo e aflorar ao máximo, a sua imaginação.

Seja diferente: usar tons diferentes do habitual nem sempre é algo ruim. Sendo assim, busque quadros com desenhos minimalistas, com personagens ou frases bonitas que demonstrem o sentimento de uma mãe, para com o seu filho.

Evite usar muitos quadros. O ideal é colocar apenas 3 ou 4. Acima dessa quantidade, o ambiente ficará muito carregado.

Entretanto, quanto a organização dos quadros, caso sejam apenas dois, colocar um ao lado do outro. Se forem três, podem ser colocados de forma simétrica, ou seja, um ao lado do outro ou então, em forma de pirâmide.

Caso tenha algum quadro que mereça ficar em evidência, como o nome ou a inicial da criança, deverá ficar no topo do triângulo formado pelas três imagens.

Se a quantidade for de quatro imagens, a disposição dos quadros deverá ficar da seguinte maneira: duas na parte superior e duas na inferior, formando um quadrado maior e simétrico, pois, se colocados lado a lado, ocuparia um espaço desnecessário.

Perguntas Frequentes

Como fazer a disposição dos quadros na parede?

Em um ambiente mais clássico, deixe-os alinhados na altura dos olhos. J se prefere algo mais despojado, a disposição dos quadros não precisa respeitar uma linha de altura, pode ser desalinhado.

Como organizar a disposição dos quadros na prateleira?

É possível usar os quadros em prateleiras para complementar a decoração, evitando que fiquem apenas nas paredes. A disposição dos quadros, nesse caso, deve ser de maneira que fiquem um pouco inclinados, mas que permitam ver perfeitamente os desenhos.

Como a disposição dos quadros pode ajudar na decoração?

Os quadros por si só já ajudam a decorar, mas se quiser ter um visual ainda mais de destaque em alguma parede, faça uma montagem com a disposição dos quadros usando tamanhos diferentes e molduras diversas.

Como fazer a disposição dos quadros com harmonia?

Nesse caso, a disposição dos quadros deve prezar pelas imagens e temas que cada um carrega. Quando estiverem juntos ou em um ambiente é preciso que pareçam interligados. Podem ser organizados como se contassem uma história.

Avalie este artigo

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito − três =

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.