Faça Você Mesmo: Mude A Cor Dos Móveis

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Índice do conteúdo:

Mudar a cor dos móveis é uma maneira eficiente de revitalizar a mobília antiga e alterar a decoração dos ambientes do seu lar. 

Os móveis antigos, os funcionais porém com cores sem graça ou aqueles que não combinam com o resto da decoração podem parecer novos e mudar o visual do cômodo em que estão depois do processo de pintura. 

Por isso, a alteração da cor dos móveis une reaproveitamento e projeto DIY (Faça você mesmo) para que a mobília torne-se única e personalizada. Acompanhe nosso passo a passo para saber como pintar os móveis você mesmo.

Faça Você Mesmo: Mude A Cor Dos Móveis
Faça Você Mesmo: Mude A Cor Dos Móveis. Foto: Pixabay.

Como pintar e mudar a cor dos móveis de MDF

Revitalizar os móveis através de tintas coloridas é um processo pode ser feito no conforto de sua casa no estilo DIY.

Abaixo vamos te informar sobre quais tintas são adequadas para pintar objetos de MDF, o que deve ser feito antes de iniciar o processo, como preparar a superfície para tinta e o que fazer depois de pintá-la.

Realizar reparos

Antes de colocar a mão na massa, avalie o estado do móvel. Verifique se há algum reparo a ser feito: trocar puxadores e dobradiças, arrumar portas e gavetas, reforçar a sustentação do móvel, entre outros.

Se sim, busque repará-lo recorrendo a um profissional ou mesmo sozinho. É recomendável que a reparação seja feita antes da pintura, pois o conserto pode estragar a pintura realizada.

Selecionar a tinta colorida

A escolha da tinta ideal depende material do móvel e do local em que ele ficará, externo ou interno, pois cada tipo de exposição demandará uma cobertura diferente. Aqui vamos falar do tipo mais comum, o MDF. Abaixo estão tintas as adequadas:

Tinta acrílica

Apresenta fácil aplicação, secagem rápida, resistência à água e está disponível em variações foscas, acetinadas e semi-brilho.

Tinta Látex PVA

Possui aplicação e limpeza fácil, secagem rápida, odor leve e apresenta resistência ao mofo. Móveis revestidos por essa tinta devem ficar nos ambientes interiores do lar. A pintura deve ser feita com pincel e rolo de pintura.

Tinta Spray

A aplicação torna-se mais fácil e grandes áreas são cobertas mais rapidamente. É uma opção interessante para aqueles que querem mudar a cor dos móveis mas não têm muita familiaridade com pintura.

Separar os materiais

  • Lixa número 100 (grossa) e 180 (fina) para madeira;
  • Massa para reparar imperfeições na madeira;
  • Primer;
  • Tinta para madeira (uma das que indicamos acima);
  • Verniz (opcional);
  • Rolo e/ou pincel para pintura;
  • Pano;
  • Folhas de jornal ou papelão para proteger a área de respingos;
  • Equipamentos de proteção pessoal como luvas e máscaras para reduzir o contato com os produtos.

Feitos os reparos e separado os materiais, opte por executar seu projeto em um local arejado. Espaços com boa circulação de ar farão com que os ocasionais odores se dissipem mais rapidamente.

Preparar a superfície da peça

Limpe o móvel para que fique livre de qualquer sujidade, poeira e gordura. Caso não queira pintar os puxadores ou outros componentes removíveis, retire-os antes de prosseguir.

Lixar toda a peça

Lixar o móvel é uma etapa vital para que o produto final fique satisfatório, pois sem a superfície lixada a tinta dificilmente conseguirá aderir plenamente ao MDF.

Utilize a lixa 100, a mais grossa, para remover toda a camada superior de revestimento e verniz do mobiliário. Lixe com atenção toda área a ser pintada, incluindo os cantos e bordas.

Continue lixando até remover qualquer vestígio de revestimento e verniz. Uma forma de saber se o objeto foi lixado o suficiente, é observar todo o móvel e conferir se a superfície está fosca. Quando acabar, limpe o móvel e o local para retirar a poeira derivada do processo de lixamento.

Por mais trabalhosa que seja, dedique-se bastante a essa etapa e tenha paciência para cumprir o passo a passo para mudar a cor dos móveis.

Pense que uma superfície bem lixada irá trazer um belo resultado final que irá decorar o seu lar. Além disso, será uma peça personalizada alterada com seu próprio esforço e dedicação.

Preencher imperfeições

Com o objeto lixado, utilize massa corrida ou de madeira para preencher buracos, rachaduras, arranhões, entre outras imperfeições que interferem na uniformidade da superfície da peça. Espere a secagem completa do produto conforme indicado na embalagem.

Lixar a superfície novamente

A próxima etapa é lixar com a lixa 180, a mais fina, os locais com massa para que fiquem no mesmo nível que o restante do móvel. Dessa forma, a superfície estará lisa e uniforme.

Com auxílio de um pano seco ou levemente umedecido, limpe novamente o móvel para retirar a poeira gerada ao lixar a massa.

Aplicar o primer

Para um melhor acabamento, aplique um fundo preparador antes da aplicação da tinta. Crie uma camada fina sobre todo o móvel para favorecer o recebimento da tinta.

O primer também fará com que você precise utilizar menos demãos, promovendo, dessa forma, uma economia de tinta.

Antes de aplicar a tinta que mudará a cor dos móveis escolhidos, é preciso deixar o primer secar seguindo o intervalo de tempo indicado na embalagem.

Pintar o móvel

Leia as instruções contidas na lata e dilua a tinta, caso recomendado. Aplique com pinceladas e/ou rolo de espuma em uma única direção para uma cobertura uniforme. Provavelmente, duas camadas de tinta serão necessárias.

Lembre-se que, entre cada demão, é preciso respeitar o tempo de secagem da tinta, o qual costuma ser informado na própria embalagem.

Finalizar com verniz (opcional)

Quando a camada de tinta colorida estiver completamente seca, é possível aplicar verniz, caso desejado. Finalizar o processo com verniz a base de água irá prevenir que a tinta colorida descasque com o tempo e criará uma camada impermeável.

Escolha a tinta adequada ao material do seu móvel e ao lugar onde ficará. Respeite o tempo das secagens da massa para reparos, do primer e da tinta.

Foque na execução dos passos e pense no produto final, pois, ao transformar a cor dos móveis através da pintura, é preciso ter paciência e não pular etapas. Nesse tipo de projeto, a pressa é inimiga da perfeição.

Avalie este artigo

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez + dez =

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.