IPTU São Luís: Guia, 2ª via e consulta prefeitura

O IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) é um tributo que deve ser pago por proprietários de imóveis em todo o país.

Na cidade de São Luís, capital do Maranhão, o IPTU já está na pauta dos moradores e proprietários de imóveis. Este imposto é importante para a cidade, pois sua arrecadação é destinada para financiar diversos serviços públicos, como saúde, educação, segurança e infraestrutura urbana.

Neste texto, vamos falar sobre o IPTU São Luís, como é feito o cálculo deste imposto, quais são as regras de pagamento, bem como as consequências para quem não cumprir com suas obrigações fiscais.

Se você é proprietário de um imóvel em São Luís, não perca este artigo e fique por dentro de tudo sobre o IPTU.

O que é IPTU São Luís?

IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) é um imposto municipal cobrado anualmente sobre a propriedade imobiliária.

O valor do IPTU São Luís é calculado com base no valor venal do imóvel, que é determinado pela prefeitura da cidade, levando em consideração diversos fatores, como a localização, tamanho e características do imóvel.

O dinheiro arrecadado com o IPTU é utilizado para financiar serviços públicos, como educação, saúde, segurança e infraestrutura urbana.

Cada cidade pode ter regras diferentes para o IPTU, portanto, é importante que os proprietários de imóveis em São Luís verifiquem as informações específicas da cidade, como as datas de pagamento, os descontos oferecidos e as formas de parcelamento disponíveis.

É fundamental que os proprietários cumpram com suas obrigações fiscais e contribuam para o desenvolvimento da cidade.

IPTU São Luís: Guia, 2ª via e consulta prefeitura
IPTU São Luís: Guia, 2ª via e consulta prefeitura. Foto: Reprodução

O que acontece se não pagar IPTU São Luís?

Se o proprietário de um imóvel em São Luís não pagar o IPTU dentro do prazo estabelecido pela prefeitura, estará sujeito a uma série de consequências.

Inicialmente, o não pagamento do IPTU pode resultar na cobrança de juros e multas pelo atraso, o que pode aumentar significativamente o valor da dívida.

Além disso, o proprietário pode ter seu nome inscrito em dívida ativa, o que pode gerar restrições de crédito e dificuldades em realizar transações imobiliárias.

Caso a dívida do IPTU permaneça sem pagamento, a prefeitura pode tomar medidas mais drásticas, como a inscrição do imóvel em dívida ativa, a cobrança judicial da dívida, a realização de leilões para quitar o débito, e até mesmo a penhora do imóvel para quitar a dívida.

Portanto, é importante que os proprietários de imóveis em São Luís fiquem atentos ao prazo de pagamento do IPTU e evitem atrasos ou inadimplência para evitar prejuízos financeiros e problemas legais. Em caso de dúvidas ou dificuldades, é possível entrar em contato com a prefeitura para buscar orientações e regularizar a situação.

Como consultar e emitir a 2 via do boleto do IPTU São Luís?

A 2 via do IPTU São Luís é disponibilizada para quem não recebeu o seu boleto em casa, ou caso tenha perdido a 1 via.

Assim, a segunda via do boleto pode ser acessada diretamente pelo site da prefeitura de uma maneira rápido e fácil. E para você conseguir acessar a segunda via do seu IPTU, siga o passo a passo a seguir:

  • Vá até o site SEMFAZ da prefeitura de São Luís.
  • Na lateral do site clique em IPTU.
  • E clique em Emissão de 2ª via do Parcelamento.
  • Agora, digite sua inscrição imobiliária e o número do contrato do parcelamento.
  • Clique em consultar parcelamento.
  • Consulte tudo o que você precisa.

Como é feito o cálculo do IPTU?

O cálculo do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) varia de acordo com as regras e critérios estabelecidos pela prefeitura de cada município.

Mas, de maneira geral, o cálculo é feito com base no valor venal do imóvel, que é a estimativa de valor que o imóvel teria caso fosse vendido no mercado imobiliário.

O valor venal do imóvel é definido pela prefeitura com base em alguns critérios, como a localização, a área construída, a idade do imóvel, o padrão construtivo, entre outros.

Com base nesse valor, é aplicada uma alíquota, que é definida pela legislação municipal, e que pode variar de acordo com o tipo de imóvel e a sua finalidade (residencial, comercial, industrial etc.).

O resultado do cálculo do IPTU é o valor que o proprietário deve pagar ao município anualmente como imposto sobre a propriedade do imóvel.

Calculo do IPTU São Luís
Calculo do IPTU São Luís. Foto: Pixnio

Quem tem direito a isenção do IPTU São Luís?

Segundo a secretaria Municipal da Fazendo, junto com a prefeitura de São Luís, ficam isentos do pagamento do IPTU aqueles que somente tem um imóvel ou com valor venal de limite dito pelos órgãos regulamentadores. Fora essas pessoas, existem mais alguns grupos que se isentam. São eles:

  • Os proprietários de imóveis no centro histórico de São Luís e que sejam tombados pela união.
  • Todos os idosos que sejam proprietários de único imóvel para fins residenciais e que não tenham renda familiar maior que três salários-mínimos.
  • Pagadores que tenham o seu imóvel como residência e que seja portador de doença grave que seja incapaz ou que estejam em estado terminal irreversível.

E aí, Gostou?

E então, entendeu melhor sobre o IPTU São Luís? Caso tenha alguma dúvida, não hesite em perguntar logo aqui abaixo na área de comentários!

E caso tenha gostado desse artigo, e se ele te ajudou de alguma forma, não deixe de votar em nossas estrelinhas, que dessa forma você ajuda o time do Portal KD a sempre continuar a trazer mais e diversos outros conteúdos para você, leitor!

Perguntas Frequentes

O que é IPTU São Luís?

IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) é um imposto municipal cobrado anualmente sobre a propriedade imobiliária. Em Rio Preto, cidade do estado de São Paulo, o IPTU é a cobrança desse imposto para os proprietários de imóveis situados na cidade.

Como é feito o cálculo do IPTU São Luís?

O cálculo do IPTU em São Luís segue as mesmas diretrizes estabelecidas para todos os municípios brasileiros. Ele é baseado no valor venal do imóvel, que é calculado pela prefeitura com base em alguns critérios, como a localização, a área construída, a idade do imóvel, o padrão construtivo, entre outros.

Avalie este artigo

Avalie post
Bruno Lucas Jung Martendal
Bruno Lucas Jung Martendal
Hoje estou com 21 anos, e estou escrevendo para vários projetos da TMX, fazendo vários conteúdos diferentes para internet! Atualmente sendo responsável na produção de artigos para o Portal KD relacionados a viagens e finanças. Sempre trazendo muita informação relevante e agregadora para você, leitor!

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.