6 Mandamentos da decoração de interiores de sucesso

5 minutos de leitura

Descubra quais são os detalhes indispensáveis para criar uma decoração impecável para a sua casa!

Há quem ame, mas também há quem acredite que decoração de interiores é um verdadeiro bicho de sete cabeças. Porém, existem alguns caminhos que podem ser seguidos tanto por quem já é mestre na área como por quem deseja reformular o seu espaço, mas não sabe sequer por onde começar.

O ponto-chave disso tudo é encontrar um equilíbrio visual com a utilidade de cada item. O uso de tons mais neutros, por exemplo, valoriza o ambiente e é mais fácil de fazer combinações em diferentes cômodos. Ao mesmo tempo, os móveis devem ter qualidade e conforto — melhor ainda se tiverem preço com desconto.

Caso você tenha dúvidas sobre como iniciar um projeto de decoração ou mesmo se pretende dar uma reformulada em algum cômodo da sua casa, confira as dicas a seguir.

O que fazer para ter uma decoração de interiores de sucesso

Use cores e texturas que valorizam seu espaço

Quando se trata de decoração, o uso correto de cores e texturas é essencial para criar ambientes sofisticados, intimistas, modernos ou rústicos. E isso pode aparecer nos detalhes de um item decorativo, por exemplo, e também nas paredes e nos móveis escolhidos para cada cômodo.

Cores mais neutras, como o branco, e variações mais claras, são opções para todos os ambientes, mas podem aparecer misturadas a tons mais fortes. Na sala de estar, por exemplo, pode-se mesclar esse tipo de cor com um tom terroso — que aumenta a sensação de aconchego — ou mesmo com a aplicação de um papel de parede estampado.

Vale lembrar que essas escolhas devem sempre considerar o gosto pessoal dos moradores ou de quem vai ocupar aquele espaço — como no caso de um escritório. Cores mais fortes podem, sim, ser usadas, mas com parcimônia, pois tendem a deixar o ambiente visualmente mais carregado.

Leia também: Cores para a sala: saiba escolher

Mais conteúdo: A influência das cores na decoração das crianças

Escolha a iluminação adequada para cada ambiente

A escolha das cores do ambiente é um dos fatores determinantes para a iluminação, mas esta última não se resume somente a isso. A presença de janelas e de iluminação natural faz toda a diferença e pode, inclusive, ditar a necessidade ou não de mais luzes artificiais no espaço.

O interessante é, sempre que possível, aproveitar ao máximo a luz solar — atitude que ajuda na redução com gastos de energia elétrica e na contribuição para o meio ambiente. Lugares onde são realizadas atividades que exigem maior concentração precisam de luz branca, enquanto os demais podem usar luzes amareladas e difundidas pelo ambiente.

Móveis devem combinar praticidade e conforto

Mandamentos da decoração de interiores
Um ambiente bem decorado dá outro padrão para a casa. Foto: Pexels

Não adianta investir no móvel mais caro da loja se ele não supre as necessidades do seu dia a dia. Para tanto, paute-se sempre em modelos que reúnem praticidade e conforto.

Além disso, nada de comprar móveis sem ter a certeza de que eles vão caber direito em cada cômodo. Toda compra deve ser feita considerando medidas e o espaço disponível em cada lugar.

Quadros e porta-retratos dão mais personalidade

Para dar um ar mais personalizado ao seu espaço, uma dica é investir em porta-retratos e quadros. Você pode usar fotos pessoais e de momentos importantes como aniversários, formaturas, casamento ou aquela viagem inesquecível.

Os quadros, por sua vez, tanto podem ser de fotografias quanto de imagens abstratas, pinturas, desenhos ou mesmo frases — tudo de acordo com o seu estilo, é claro. Para serem pendurados na parede, é preciso que haja uma certa organização, de modo que o resultado seja visualmente harmônico.

Tapetes para ambientes intimistas

Existem lugares da casa que pedem aquele toque extra de aconchego, como a sala de estar e os quartos. Uma das formas de trazer essa sensação é colocando um tapete que pode ser mais ou menos felpudo; colorido ou neutro; redondo, quadrado, retangular ou oval, etc.

Atente-se, porém, ao tamanho do espaço na hora de escolher o seu modelo ideal de tapete. Se o ambiente for muito espaçoso, provavelmente, você precisará de um tapete de maior comprimento, e o contrário também vale — lugares menores pedem modelos de tapete menores.

Busque sempre o melhor custo-benefício

Uma última recomendação — que se aplica a praticamente tudo na vida — é buscar por móveis, tintas, itens de decoração e de iluminação e afins que ofereçam o melhor custo-benefício. Isso significa optar por itens de qualidade, mas que também tenham preços mais acessíveis ou com descontos. Em caso de já ter escolhido determinado item, vale a pena checar em diferentes lojas e fazer uma comparação de preços. Muitas vezes, é possível encontrar a mesma peça ou objeto com valores bem diferentes.

Gostou? Deixe o seu comentário abaixo para ajudar os leitores do KD!

Avalie este artigo

5/5 - (1 voto)
Jeniffer Elaina
Jeniffer Elaina
Formada em Marketing com pós-graduação em Administração na FGV. Trabalha como redatora e revisora freelancer e sua maior paixão é poder compartilhar conhecimentos e dicas úteis na internet.

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.