O amarelo invadiu a Decoração

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Índice do conteúdo:

Associado à alegria e à vivacidade, o amarelo é uma cor atemporal na decoração.

O amarelo é uma cor que sempre marcou presença na decoração dos lares. Geralmente é utilizado em detalhes e como tom secundário, mas também pode ser o pano de fundo da decoração e trazer personalidade e vida aos ambientes.

Nesse post, vamos explorar os efeitos e sensações que o amarelo proporciona aos ambientes, formas de decorar com a cor sem errar e dicas de combinações harmoniosas envolvendo o amarelo.

O Amarelo Invadiu A Decoração
O Amarelo Invadiu A Decoração. Foto: Pxhere

Saiba como o amarelo pode ser utilizado na decoração

Radiante e luminoso: quais efeitos o amarelo produz na decoração

Devido suas características específicas, cada cor produz um efeito no ambiente e em nós mesmos. O amarelo não foge à regra, por isso conhecer melhor a cor com a qual pretendemos decorar auxilia no processo de transformar o visual do lar.

O amarelo é uma das três cores primárias, sendo as demais o azul e o vermelho. Ele costuma ser associado a sensações alegres, animadoras e energizantes.

Por refletir a luz, o amarelo pode ser incorporado em ambientes com pouca iluminação para aumentar a luminosidade.

Além de primária, o amarelo é uma cor quente. Esse traço faz com que os cômodos com elementos amarelos transmitam aconchego e pareçam radiantes. Os efeitos citados também são provocados pelas outras cores quentes, são elas: vermelho e suas variações, laranja e outros tons com predomínio de amarelo e vermelho.

Sinal amarelo: alguns cuidados ao decorar com amarelo

Assim como as outras cores, o amarelo pode causar alguns efeitos indesejáveis no ambiente. Mas não é preciso desistir da cor ou aumentar sua reputação de “cor difícil” de utilizar na decoração. Basta, apenas, atentar-se a esses efeitos e tomar as medidas que recomendamos aqui para evitá-los.

Amarelo em espaços pequenos

Por se tratar de uma cor quente, o amarelo faz com que as superfícies aparentem ser maiores do que realmente são (aquela impressão de que a cor “tomou conta do lugar”). Por isso, mobílias, itens, paredes amarelas etc. farão com que o ambiente pareça menor.

Em espaços amplos isso pode ser positivo, pois trará um visual de local mais intimista e convidativo. Porém, em cômodos que já são pequenos isso pode ser um problema, já que o espaço parecerá menor ainda, o que pode dar a impressão de local “sobrecarregado”.

Para evitar esse efeito, utilize o amarelo em pequenos detalhes da decoração e de forma moderada.

Evitando o exagero

Os tons mais vibrantes e intensos de amarelo podem induzir sensações de fadiga e ansiedade quando utilizados demais. Abaixo temos três formas de impedir esse probleminha:

  1. Não exagerar nos tons intensos e reservá-los aos detalhes e ao papel de cor secundária.
  2. Evitar o uso dos amarelos vibrantes, ou utilizá-los com parcimônia, em locais relacionados ao descanso e ao estudo (quartos, escritórios, espaços para home office e que demandem foco e concentração em geral).
  3. Decorar com as variações mais suaves de amarelo porque elas tendem a não produzir esses efeitos e também são mais gentis com os olhos do que os tons mais chamativos.

Como decorar com amarelo

Ao contrário do que muitos pensam, o amarelo é versátil. Ele pode ser utilizado tanto como tom dominante, ocupando grandes áreas, quanto tom secundário, servindo como pontos de destaque coloridos.

Em todo caso, a atenção ao decorar deverá levar em conta certos aspectos como os propósitos do cômodo, o espaço disponível, a decoração e cores presentes do ambiente, os efeitos que se deseja alcançar, entre outras considerações imprescindíveis para uma boa decor.

Amarelo nos detalhes

Incorporar os tons amarelos em pequenas áreas ou em alguma mobília de porte pequeno ou médio é a opção mais comum. Nesses casos, o amarelo atua como cor secundária e cria pontos focais de destaque no ambiente.

Para dar aquele toque de cor que traz alegria, o amarelo pode figurar capas de almofadas, mesas de centro, o interior de nichos ou prateleiras, pufes, vasos, luminárias pendentes, quadros, esculturas e demais elementos decorativos.

Essas pequenas modificações podem dar vida nova a um ambiente neutro e sem personalidade. Além disso, são uma forma de experimentar e planejar futuras e maiores transformações na decoração.

Amarelo como estrela do show

Fazer do amarelo a cor principal e dominante também é possível. Essa escolha se adequa bem aqueles que não temem inovar e ousar na decoração do lar.

Pintar paredes e peças de mobílias de grande porte são formas de deixar a cor dominar o espaço.

Se o amarelo vibrante for escolhido para algumas das paredes ou para móveis-chave no cômodo em que estão (como a mesa ou armários da cozinha, por exemplo) é essencial balanceá-lo com tonalidades suaves e pouco intensas.

Harmonizar a composição com tons neutros é uma forma eficaz de equilibrar a força do amarelo. A sobriedade dos neutros proporcionará o contraponto adequado para que o cômodo não fique sobrecarregado com a tonalidade amarela.

Cômodos que aceitam bem o amarelo

Como indicamos, o amarelo (dependendo da intensidade e quantidade) não combina com o papel tranquilo e sereno que o quarto deve desempenhar.

Mas a vivacidade e a alegria da cor podem ser bem empregadas na sala de estar e na cozinha, locais que são relacionados à interação e ao movimento. Neles, você poderá incorporar a cor com maior liberdade, porém não deixe de buscar a harmonia entre o amarelo e as demais cores.

Combinando o amarelo com outras cores

A cor cria um belo par com as tonalidades neutras. O amarelo fornece às cores neutras sua personalidade e vivacidade, enquanto os neutros impedem que o amarelo se torne cansativo e chamativo na decoração.

Mas as variações do amarelo não estão restritas aos neutros. A cor combina com seus tons análogos. Tons análogos são aqueles que ficam próximos no círculo cromático. No caso do amarelo, são as cores laranja e verde.

As demais cores quentes igualmente permitem associações harmoniosas quando pareadas ao amarelo. Juntos, os tons quentes trarão energia aos locais em que estiverem presentes.

Esperamos que nosso post colabore nos seus projetos de decoração envolvendo o amarelo. Não tenha medo de ousar e se divertir no processo. Boa decoração!

Avalie este artigo

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × cinco =

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.