Planta de localização: Saiba o que é e qual a sua importância6 minutos de leitura

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest

Um dos projetos que podem constar na planta pronta é a de localização. A planta de localização é necessária para mostrar diversas informações do terreno, permitindo identificar e localizar o projeto e seus detalhes no lote.

A construção de um imóvel envolve diversas etapas imprescindíveis e que devem ser realizadas pelos profissionais de áreas específicas, como Arquitetura e Engenharia Civil, e a planta de localização é uma delas que precisa fazer parte do projeto arquitetônico. Porém, muitas pessoas desconhecem a sua importância ou o que ela representa para o projeto.

Assim, neste post trataremos sobre a planta de localização, o que consta nela e qual a sua importância para o projeto arquitetônico.

Afinal, o que é planta de localização?

A planta de localização também conhecida como planta de implantação ou locação, é utilizada para ter uma visão superior do lote, permitindo que o projeto seja visualizado, bem como a sua disposição no terreno.

Há diversas informações contidas nesta planta, como:

  • Acessos
  • Caminhos
  • Cercas
  • Muros
  • Topografia
  • Posição do Norte Geográfico

Além dessas informações, outras podem ser necessárias, conforme o terreno e exigências da prefeitura do município onde o lote está localizado. Entre as que podem ser necessárias incluir no desenho é a de recuo, pois há regras quanto a isso e o projeto precisa respeitar as regras estabelecidas.

Para se ter um exemplo do recuo que deve conter em uma planta de localização, na capital de Santa Catarina, a exigência da prefeitura é de 4,0 metros, sempre considerando a distância entre o lote e a rua ou logradouro.

Outro desenho importante e que deve ser incluído na planta de localização é a calçada e o passeio, sempre de acordo com as regras da prefeitura. Diversos elementos ao redor do lote também precisam ser colocados na planta, como vegetação.

As paredes e muros externos do lote devem ser representados na planta de localização, bem como os espaços laterais. Por isso, durante a realização da planta de localização é preciso pensar como será realizado o projeto da área externa, se vai querer um jardim, horta e onde será feita a sua construção, na área frontal ou nos fundos do terreno.

Caso você queira fazer ou já tenha o desenho da sua casa e área externa, ele poderá ser utilizado, mas deve ser adaptado pelo profissional responsável que vai executar a planta de localização da forma correta.

Durante o projeto da planta, alguns profissionais deixam o desenho bem humanizado, facilitando a compreensão das informações e elementos presentes no lote. Essa forma de realizar a planta é ainda mais utilizada na venda de um projeto, por exemplo.

Planta de localização o que é?
Uma planta faz parte de qualquer projeto. Foto: Pixabay

O que é planta de situação e localização?

Uma das principais dúvidas da maioria das pessoas é o que é planta de localização e de situação, apesar do nome ser parecido, há diferenças entre elas e cada uma é utilizada para finalidades específicas.

Enquanto a planta de situação é utilizada para localizar o lote em relação à vizinhança, ou seja, aos arredores do terreno, a planta de localização serve para ter a vista superior do lote, mostrando o projeto e a sua ocupação, mediante a apresentação de diversas informações.

A planta de situação é utilizada como parte do projeto arquitetônico, sendo imprescindível nos casos de aprovação, estudo e execução de um empreendimento.

Na planta de situação, é preciso que o desenho contenha as seguintes informações:

  • Nomes das vias de acesso ao terreno
  • Logradouros adjacentes
  • Arruamento
  • Equipamentos urbanos
  • Indicação da construção, utilização contorno esquemático da cobertura das edificações
  • Escala de desenho e de referência
  • Recuos
  • Restrições e modificações já existentes no terreno ou que serão realizadas futuramente
  • Indicar blocos e edifícios
  • Carimbo do profissional
  • Notas gerais

Planta de localização: como fazer

A planta de localização deve ser desenvolvida por um profissional habilitado, após a sua conclusão é preciso ainda que ele assine o projeto realizado.

No desenho da planta de localização NBR 6492, é determinado como fazer o desenho e as informações que precisam constar, como:

  • Representação gráfica conforme definido na planta de localização NBR 6492
  • Identificação das edificações e escalas
  • Sistema de coordenadas referenciais, como localização do norte, curvas de nível e do lote
  • Cotas gerais
  • Níveis principais
  • Marcos topográficos
  • Perímetro do terreno
  • Vias de acesso internas e externas
  • Estacionamentos
  • Taludes e platôs
  • Notas gerais
  • Carimbo do profissional

Como contratar arquiteto para realizar o projeto arquitetônico

Durante um projeto arquitetônico, é preciso contar com profissionais habilitados para realizá-lo, sendo importante seguir as orientações do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) antes de começar a construir e reformar o apartamento ou casa.

Antes de contratar um arquiteto para realizar o projeto arquitetônico, entre eles a planta de localização, siga algumas dicas:

Peça para o arquiteto apresentar uma proposta

A proposta de serviço é essencial para avaliar se o arquiteto que pretende contratar está ou não apto para realizar o projeto.

Com isso, você consegue saber como o serviço será realizado, prazo previsto para conclusão, valor cobrado pelo profissional e como serão realizadas as visitas para fiscalizar a obra.

Escolha um arquiteto para acompanhar o projeto

O mais indicado é contratar um arquiteto que possa acompanhar a obra do começo ao fim do projeto.

Dessa forma, é possível evitar diversos transtornos e ter o acompanhamento do profissional que fez o projeto arquitetônico para orientar a execução correta da obra.

Não faça acordos na informalidade

O custo de um projeto arquitetônico é elevado, sendo necessário que os acordos entre o profissional e contratante sejam feitos formalmente. Assim, evite os famosos problemas futuros e não faça acordos na informalidade.

Elabore um contrato de prestação de serviços

É importante fazer um contrato de prestação de serviços para evitar divergências na contratação dos profissionais para realizar a construção, incluindo o arquiteto e engenheiro.

O contrato é o instrumento jurídico utilizado para assegurar que as partes cumpriram os acordos estabelecidos previamente, como as suas responsabilidades, garantias e demais informações necessárias neste tipo de contrato.

Lembre-se: as plantas arquitetônicas também são utilizadas para regularizar o imóvel. Por isso, a contratação de um profissional para realizar o projeto deve ser feita com cuidado e conforme as orientações do CAU.

Agora que você já sabe o que é planta de localização, como ela é importante para o projeto, conte sempre com um profissional habilitado para realizar esse serviço.

Avalie este artigo

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.