Tipos de tomada e como calcular quantas colocar em cada conjunto

Saiba fazer um projeto elétrico adequado com os tipos de tomada certos para uma residência!

Construir ou reformar uma casa é sempre uma atividade que requer atenção, sobretudo na parte elétrica. Afinal, a segurança de toda a casa depende da utilização de um bom material elétrico e de uma boa instalação.

Nesse sentido, a disposição de tomadas elétricas ao redor da casa é muito importante para equilibrar o uso dos equipamentos. Uma boa instalação de tomadas impede a sobrecarga no uso, protegendo a rede elétrica contra choques e até incêndios. Consequentemente, a casa também ficará mais segura como um todo.

Tipos de tomada
Tomada. Foto: Pexels

Por isso, é importante saber quantas tomadas devem ser inseridas em cada cômodo da casa. Contudo, não há uma regra específica para essa quantidade, que varia de acordo com cada tipo de projeto. Veja agora como escolher os tipos certos de tomadas e como calcular a quantidade de dispositivos por cômodo.

Veja ainda: A maior fábrica de móveis no Brasil em 2023!

Quais os tipos de tomada existentes no Brasil?

De maneira geral, existem dois tipos de padrões para tomadas no Brasil: as Tomadas de Uso Geral (TUG) e as Tomadas de Uso Específico (TUE). Cada tipo é descrito dentro da NBR5410, norma que regula as instalações de baixa tensão.

As TUG são o tipo mais comum de tomadas, já que servem para conectar dispositivos simples ao sistema elétrico. Por exemplo, as tomadas de televisões, notebooks, carregadores de celular e outros dispositivos comuns são exemplos de TUG.

Espaço sendo preparado ara colocar tomadas
Espaço para colocar tomadas. Foto: Pexels

Por outro lado, as TUE conectam aparelhos que possuem mais potência e, portanto, demandam mais utilização de energia. É o caso de tomadas que ligam chuveiros elétricos ou aparelhos de ar-condicionado, por exemplo. Alguns micro-ondas também requerem o uso de TUE.

Normas de instalação de tomadas

Além de especificar os tipos de tomadas, a NBR5410 também determina as regras de instalação de cada tipo. Entre as determinações estão a quantidade de tomadas e a potência que cada uma deve ter.

No caso das TUG’s, por exemplo, cada tomada deve ter a potência mínima de 600 watts (W), caso o cômodo tenha até três tomadas instaladas. Se houver mais de três tomadas, as demais deverão ter potência de 100W. Além disso, as TUG podem compartilhar da mesma rede elétrica.

Já a instalação de TUE’s requer um pouco mais de atenção. Em primeiro lugar, essas tomadas precisam ter uma rede separada das demais, para não sobrecarregar a rede elétrica da casa. Quanto à potência da tomada, ela varia conforme o tipo de aparelho que será instalado, mas deve ser sempre maior.

Por exemplo, se um aparelho tem 600W de potência, a tomada deve obrigatoriamente ter uma potência maior do que essa. E, em ambos os casos, é preciso fazer o aterramento adequado das instalações.

Homem medindo o local certo da tomada
Pessoa colocando tomada na parede. Foto: Pixabay

Como calcular a quantidade de tomadas?

Para calcular quantas tomadas instalar em cada cômodo, é preciso saber antes a área do local específico. Com isso, você poderá calcular e ver a quantidade mínima de tomadas que devem ser instaladas.

As recomendações para instalação de tomadas seguem os critérios estabelecidos de acordo com cada cômodo, seguindo as regras abaixo:

  • Locais com área igual ou menor que 6m²: no mínimo uma tomada;
  • Locais com área maior que 6m²: uma tomada a cada 5m ou fração do perímetro, com tomadas bem espaçadas e uniformemente de acordo com o projeto;
  • Cozinhas, copas, e áreas de serviço: uma tomada a cada 3,5m ou perímetro fracionado. Deve haver ao menos uma TUG em cima de cada pia;
  • Subsolos, varandas e garagens: no mínimo uma tomada;
  • Banheiros: no mínimo uma tomada junto ao lavatório e afastada 60cm do box.

Nesse sentido, os cálculos mais comuns envolvem a instalação de TUGs nos cômodos. Isso é feito através da seguinte fórmula:

Nº de tomadas TUG = ∑perímetro local/metragem fracionada;

Portanto, imagine que um cômodo da casa possui 15m² de perímetro, o que se encaixaria no segundo exemplo da lista. Logo, o cálculo ficaria o seguinte:

Nº de tomadas TUG = 15/5 = 3 tomadas.

Essa regra vale apenas para a instalação de TUGs. No caso das tomadas TUE, a instalação varia de acordo com a necessidade, sem um limite mínimo. As TUE são calculadas pela potência, sendo que cada ar-condicionado precisa ter sua própria TUE.

Confira mais: Aprenda a economizar e mobiliar a casa!

Gostou do artigo do KD? Deixe o seu comentário abaixo e compartilhe com os amigos!

Perguntas Frequentes

Quais são os tipos de tomada existentes no Brasil?

Tomadas de Uso Geral (TUG) e as Tomadas de Uso Específico (TUE).

Existem normas para instalar tomadas?

Sim! Para fazer a instalação de tomadas, é preciso seguir as regras de segurança e demais normas, veja mais em nosso conteúdo completo!

Avalie este artigo

5/5 - (1 votos)
Isabella Coutinho Schmidt
Isabella Coutinho Schmidt
Tenho 20 anos, estou na 6 fase de fisioterapia e sou apaixonada por decoração e paisagismo, adoro escrever e compartilhar meus conteúdos na internet. Atualmente sou responsável pelas publicações KD, diariamente trazendo novos conteúdos para vocês.

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.